EM PERNANBUCO, ANTES REDUTO DE PETISTA, HOJE PALANQUE PARA BOLSONARO EM 2022

EM PERNANBUCO, ANTES REDUTO DE PETISTA, HOJE PALANQUE PARA BOLSONARO EM 2022

Mesmo sem a presença do presidente da República, atos de rua pró-governo não param de crescer.

Embalados pela força política do presidente, apoiadores do chefe do Executivo já estão em clima de pré-campanha em diversas cidades do país.

Neste aspecto, o movimento Direita Pernambuco (DPE), conhecido por ser o principal grupo conservador no estado nordestino, voltou a ser destaque no cenário local por manter total apoio ao presidente da República e conseguir exercer influência avassaladora na política do estado.

Neste último sábado, 26, enquanto Bolsonaro circulava em Chapecó, Santa Catarina, rodeado por uma multidão de eleitores e simpatizantes, o DPE percorria as principais ruas de Santa Cruz do Capibaribe, terceira maior cidade do Agreste pernambucano, erguendo bandeiras, camisas e faixas com fotos e nomes do presidente.

Concentrados no posto de gasolina Badu, localizado em Nova Palestina, apoiadores do governo seguiram um longo  trajeto que durou cerca de 2 horas, totalizando 15 quilômetros.

O ato reuniu cerca de 2 mil pessoas, segundo estimativa do DPE. A Polícia Militar acompanhou o evento, mas não calculou o número de participantes.

No domingo anterior (20), em Recife, milhares de apoiadores foram às ruas da cidade para apoiar o presidente Jair Bolsonaro. Os simpatizantes fizeram passeio em motos e carros, saindo de Piedade, em Jaboatão, e prosseguindo até Olinda.

Saindo da Zona Sul do Recife, o grupo passou pela Avenida Agamenon Magalhães e, posteriormente, pela PE-15, em Olinda.

15 mil pessoas participaram do ato, segundo estimativas do Direita Pernambuco, que destacou a interdição completa das quatro faixas da Agamenon.

“O objetivo dessas manifestações é mostrar que o Direita Pernambuco continua atuante nas ruas e não limitou apoio ao presidente Bolsonaro somente no último pleito.

Não foi apenas um levante para 2018, e muito menos limitando ao fervor de 2020. Porém, desde a fundação do nosso movimento, em 2014, atuamos nos meios de articulação, movimento de pressão nas ruas e, principalmente, de conscientização educacional. Portanto, toda essa atuação espontânea é um processo de continuidade a tudo o que já fazemos e, consequentemente, organizando o eixo conservador ainda mais.

Neste ano, por exemplo, já realizamos atos contra as restrições autoritárias do governador Paulo Câmara e, obviamente, não poderia ser diferente ao convocarmos e apoiarmos ações em defesa do presidente Bolsonaro”, declarou Mateus Henrique Santana Souza, líder do DPE.

“O evento foi importante para mostrar que Santa Cruz, a única cidade de Pernambuco a eleger Bolsonaro no primeiro e segundo turno de 2018, continua fechada com o presidente para a eleição de 2022. Acreditamos que Bolsonaro está conduzindo o país corretamente”, acrescentou Adilson Vitorino, representante do DPE na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *