CPI para investigar conduta do governo pode atrapalhar enfrentamento da crise.

CPI para investigar conduta do governo pode atrapalhar enfrentamento da crise.

Pressionado para instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e investigar a conduta do governo federal na crise de covid-19, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que a CPI pode atrapalhar o enfrentamento da pandemia.

A declaração, feita durante entrevista à rádio JovemPan, sinaliza um alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro e é a declaração mais objetiva de Pacheco contra a CPI até o momento.

Para oferecer uma resposta à pressão, diante do avanço da doença no País, o presidente do Senado articula uma reunião entre Bolsonaro e outras autoridades públicas para a próxima quarta-feira, 24.

“Eu considero que a Comissão Parlamentar de Inquérito é algo que pode atrapalhar esse momento da busca de soluções do enfrentamento da pandemia. não será isso a principal motivação que fará ler ou não o requerimento da CPI”, afirmou Pacheco.

Presidente do Senado

A reunião é articulada por Pacheco como forma de alinhar uma estratégia comum entre o governo federal, Estados, municípios, Legislativo e Judiciário.

Além disso, é vista como um “voto de confiança” ao médico Marcelo Queiroga, escolhido para ser o próximo ministro da Saúde.

O Senado deve promover uma sabatina informal no plenário com o novo ministro uma semana após a posse, esperada pelos senadores para esta terça-feira, 23.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *