6 de maio de 2021

EM SUMA NOTICIAS

O resumo do dia do mundo para você.

Jordan Peterson testemunha fé em Jesus

3 min read

CAMBRIDGE, CAMBRIDGESHIRE - NOVEMBER 02: Portrait of Jordan Peterson at The Cambridge Union on November 02, 2018 in Cambridge, Cambridgeshire. (Photo by Chris Williamson/Getty Images)

Jordan Peterson é uma das principais vozes do mundo contra a ditadura do “politicamente correto”. 

Jordan Peterson é uma das principais vozes do mundo contra a ditadura do “politicamente correto”. Psicólogo e professor universitário, ele tem falado sobre a fé em Deus, suas origens cristãs e a mensagem do Evangelho após se recuperar de um grave problema de saúde.

Jordan Peterson passou por momentos difíceis após sofrer com a dependência de remédios e, logo depois, uma forte depressão após perder a esposa para um raro e grave câncer.

Recuperado, ele tem retomado as atividades como professor e formador de opinião, visto que por vezes já foi aclamado como o intelectual mais influente do mundo.

Em uma edição recente de seu podcast, Jordan Peterson compartilhou com os ouvintes sobre sua fé e caiu em prantos ao falar sobre Jesus Cristo. O tema da conversa filosofia e espiritualidade, incluindo a consciência e narrativa judaico-cristã.

Conforme noticiado pelo portal  the christian Post, ao falar sobre a linha de pensamento cristã que liga a consciência à divindade e que é moldada pela presença interior do Espírito Santo, Peterson explicou que a biologia e a psicologia são limitadas na compreensão de certos aspectos da existência.

“Até certo ponto, por sermos tão sociais, se não manifestarmos uma reciprocidade moral adequada, vamos nos alienar de nossos semelhantes e não sobreviveremos. Nós vamos sofrer e morrer. Certamente não encontraremos um parceiro e teremos filhos com sucesso. Até certo ponto, a consciência pode ser vista como a voz da sociedade recíproca interna, e essa é uma explicação biológica perfeitamente razoável”, teorizou.

A Criação testemunha

No entanto, disse ele, quanto mais se aprofunda na biologia, ele se transforma em algo religioso porque, uma vez que a estrutura fundamental da psique humana é analisada, ela “se torna algo com um poder que transcende sua capacidade de resistir a ele”.

A essa altura, Peterson respondeu a um crítico que afirmou que o Evangelho não é mais significativo do que as histórias de morte e ressurreição de outros deuses mitológicos.

O professor apontou que Jesus era uma pessoa real que realmente viveu além de uma narrativa, e em um sentido, Cristo é a união dessas duas coisas.

“O problema é que provavelmente acredito nisso. Estou surpreso com minha própria crença e não entendo”, disse ele. “Porque às vezes vi o mundo objetivo e o mundo narrativo se tocar. Isso é sincronicidade sindical. E já vi isso muitas vezes em minha própria vida e, de certa forma, acredito que é inegável”, testemunhou, caindo em lágrimas.

Embora o mundo narrativo e o mundo objetivo não sejam o mesmo, ponderou o professor, eles se cruzam “e o exemplo final disso, em princípio, é suposto ser Cristo. 

E isso parece estranhamente plausível. […] Ainda não sei o que fazer com isso, em parte porque é uma realidade muito aterrorizante para acreditar totalmente. Eu nem mesmo sei o que aconteceria com você se você acreditasse totalmente”, acrescentou.

Origens cristãs

Seu livro mais popular, 12 Regras para a Vida: Um Antídoto para o Caosbest-seller mundial, contém muitas referências às Escrituras, o que mostra que o período de intensa adversidade pelo qual o professor passou, o reaproximou de sua fé em Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.